sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Tamanho é documento


"Grandes mentes discutem idéias, as mentes comuns comentam eventos, e as mentes mesquinhas falam das pessoas". --Henry Buckle

Exemplos de ideias:

"As coisas no nosso país funcionam apesar do governo, e não pela sua ajuda." --Will Rogers



"A maré enchente ergue todos os barcos." --John F. Kennedy

"Para uma definição prática, se as pessoas concordarem que ninguém, e nenhum grupo tem o direito de iniciar o uso da força contra uma pessoa humana (e isto inclui a expropriação forçosa dos seus bens), que ninguém possui tal direito em nenhuma hipótese ou ocasião--bastaria isso. Isto alcançaria uma utopia perfeita na terra; isto compreenderia todo o código de ética que necessitamos. --Ayn Rand, 1947.

Libertarismo? "Eu gosto!" --Donald Trump, 2015.**

"Nunca entendi por que é egoísmo querer ficar com o dinheiro que você granjeou, mas não é egoísta querer pegar no dinheiro alheio." --Thomas Sowell

"Não há como você provar uma negação, mas é possível dar o troco e colocar o adversário na mesma situação." --Scott Adams

Exemplos de eventos: 


"Primeiro eles te ignoram, logo mangam de ti, logo brigam contigo, e logo você ganha." --Mahatma Gandhi

"O mercado não está funcionando." --George Waffen Bush, 2008.*** 

"Eu não tive relações sexuais com aquela mulher." --Bill Clinton, 1999.

Exemplos de pessoas: 

"Não sou ladrão!" --Richard M. Nixon, 1973

"Não sou ladrão!" --Phillip K. Dick, 1977

"Nolo contendere." --Spiro Agnew, 1973


Precisando de traduções jurídicas ou juramentadas, entre em contato
Meu outro blog é em inglês


** Gostar de uma idéia e praticar são duas coisas distintas
*** Isso no colapso provocado pelos confiscos anti-mercado de folhas.













sábado, 9 de fevereiro de 2019

Benvindo à Arizona



Como os puliças de Glendale no Estado de Arizona tratam os seus concidadãos. 

https://www.kshb.com/news/national/abuse-of-force-body-camera-video-shows-man-tased-11-times-by-officers-in-arizona

Imagine como tratariam um estrangeiro ou moreninho...

Esses aí, e os cobradores de impostos, a cleptocracia nem sonha em desarmar. 


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Democratas e republicanos do tempo do KKK

Um desses dois é o atual governador Democrata do Estado de Virgínia--cujos 4 milhões de eleitores cleptocratas equivalem ao voto nacional dado pelos eleitores individualistas do partido Libertário. Essa foto do estudante de medicina Northam no anuário de 1984 revela o sentimento Dixiecrat desse político. Diferentemente da cartilha dos machos defensores do coletivismo racial, esse governador não quer que homens armados interfiram com as decisões femininas acerca da reprodução e controle da natalidade. Os republicanos caíram de pau em cima por causa disso, e não pelas fantasias de 35 anos atrás.

George Wallace foi o governador Democrata de Alabama que pessoalmente barrou com o próprio corpo a matrícula de um estudante moreninho à faculdade antes mesmo de seus semelhantes darem um jeito no Presidente Kennedy. O apregoador do coletivismo racial conseguiu votos o suficiente para arrebanhar os votos eleitorais de quatro estados sulistas, fato que facilitou a eleição do Republicano Richard Nixon. Wallace, afinal, dividiu os democratas.

Wallace foi o único candidato 1972 a insistir na coação armada das mulheres. Isso ocorreu na mesma eleição em que o partido Libertário insistiu em liberar as moças da coação política nos três primeiros meses da gravidez. O Supremo Tribunal copiou a proposta libertária e acrescentou uma semana a mais de proteção aos direitos individuais da mulher. 

Desde essa decisão feminista, os republicanos apresentaram 7 Propostas de Emenda Constitucional mais parecidas com as normas da Romênia comunista ou do Vaticano. Como na Itália e em Roma, todas essas propostas foram rejeitadas. O palhaço Northam, correligionário do Cunha no sentido de que só renuncia o cargo algemado, é a vergonha atual do Democratic Party. Só que agora ele é atacado por defender uma lei mais canadense do que sulista. O Canadá não permite legislar no sentido de ferir os direitos individuais das mulheres

Dixie se refere às antigas notas de dez/dix na Louisiana, onde em algumas paróquias ainda se fala francês. Louisiana foi o primeiro Estado rebelde reconquistado pela União e obrigado a de novo repassar as sobretaxas alfandegárias. Os Dixiecrats odeiam todos que não são brancos ou que manifestam pouco entusiasmo pela coação de mulheres.

Mas as leis de Comstock, que proibiram até falar em diafragma, camisinha ou capas de CDs da Marisa Monte--com penas de 10 anos de escravidão acorrentada--foram invenção do partido Republicano. Essas leis proibicionistas, assinadas pelo Presidente Grant, foram impostas logo após a Guerra da Secessão, antes mesmo de os eleitores nos Estados democratas ganharem novamente a legitimidade de votar. Mulher votar naquela época? Nem pensar!

E qual foi a origem desse fanatismo masculino que obriga a mulher a reproduzir sob força da coação? Foi em parte a carta do Presidente Republicano Theodore Roosevelt que em 1903 taxou o individualismo libertário feminino de egoísmo! Quando Adolf Hitler tinha apenas 13 anos, Theodore Roosevelt escreveu sobre o Suicídio Racial


Só que o homem ou a mulher que procura evitar se casar, e tem coração tão frio que desconhece a paixão, e cérebro superficial e egoísta a ponto de não gostar de produzir filhos, é com efeito pessoa criminosa contra a raça, e merece o desprezo contumaz de toda pessoa sã. 

Dá para entender como um cidadão chega a preferir a morte a colaborar com esse tipo de cleptocracia podre? 

tradutoramericano.com.br



Não perca libertariantranslator.com em inglês