domingo, 16 de setembro de 2018

Como votar no exterior


Temos aí um bom motivo para votar no Partido Libertário. Só os EUA cobram IR no exterior. O IR foi copiado da proposta 2 no Manifesto Comunista publicado em alemão e inglês na Inglaterra. Apenas o Partido Libertário oferece abolir esse imposto. O cidadão que reside fora dos EUA pode votar nas próximas eleições, só que o prazo é mais ou menos um mês antes da votação nas urnas em novembro.

Quem foi eleitor num Estado deve seguir as regras daquele estado. O Programa Federal de Assistência à Votação (FVAP) oferece recursos online, como cadastro e cédula. 

Existe também uma Associação de Americanos Residentes no Exterior (AARO) que divulga informações sobre as leis e outros fatos relevantes. Mas por quê votar libertário?


Estados que colocam o candidato libertário nas cédulas.

Quem não é hipnotizado pelo programa eleitoral subsidiado pela lei do Richard Nixon poderá entender como o voto libertário tem muito mais impacto. Em 1972 menos de 4000 votos libertários ajudaram o Supremo a decidir a favor dos direitos individuais das mulheres. Ninguém nos EUA ou Canadá pode ameaçar médicos para coagir uma mulher sobre escolhas reprodutivas. Cada voto desses teve dez mil vezes o impacto legiferante de um voto desperdiçado na kleptocracia. O impacto mínimo absoluto do voto ao pequeno partido crescente equivale a 6 votos desperdiçados, sendo a média algo em torno de 21x, isso porquê a nossa mensagem é relevante, clara e diferente. O Libertarian Party rejeita a coação como solução. Leia o nosso programa


Número de votos conquistados pelo Partido Libertário nas eleições não-presidenciais

O político cleptocrata eleito por margem menor que o total ganho pelo nosso candidato tende a revogar ou enfraquecer as leis que procuramos derrubar. Afinal, ele não quer perder o emprego! Estamos aumentando nossa fatia da votação enquanto os partidos da antiga cleptocracia perdem aderentes. A curva de substituição nos favorece. Nossos atuais 800 candidatos representam um aumento de 35% desde 2016! Eis como andamos na curva Fisher-Pry de substituição: 



O seu voto pelo partido libertário multiplica a pressão contra os impostos, contra o projeto do Muro de Berlim e a favor dos direitos individuais da pessoa humana incoacta. Não perca essa oportunidade de mudar as leis que os EUA exportam para países vizinhos. Wuem tem visto de permanência não pode votar, mas pode doar uns trocados para o partido mais eficiente nessa questão de derrubar leis nocivas.

Um serviço público da Speakwrite, traduções orwellianas entre inglês e português
Veja também meu blog libertário




Nenhum comentário:

Postar um comentário