quarta-feira, 22 de maio de 2019

Patinete elétrico


Na vizinhança do centro de convenções de San Diego você não acha as badaladas lojas de maconha legalizada, mas sim patinetes elétricos. Meu colega Geraldo de Oliveira entende desses aplicativos de Lyft e patinete e me brindou uma corrida para experimentar. Imagine um patinete que corre à velocidade que você corria aos 14 anos, e é isso mesmo que acontece ao torcer o acelerador. O custo do aluguel é um salário mínimo da Califórnia por hora, mas é bom verificar se a bateria está carregada. 

Bicicletas elétricas também estão em todo canto. Você destrava com o aplicativo e deixa estacionado quando terminar de usar--ou a bateria descarregar. Um dos dizeres da profissão é que você sabe que é intérprete quando na geladeira tem mais bateria do que comida. Os equipamentos portáteis dos intérpretes comem tanta bateria que só com recarregáveis dá para prevenir estrago e enxugar a despesa. 

Duas semanas deu um forte pipoco no escritório. Quando fui ver, uma pilha alcalina que se misturou com as recarregáveis havia explodido no carregador. Estragou uma das conexões mas nada pegou fogo, pois pilha AA só desenvolve 1,5 volts. Nem pude abrir o carregador para limpar o interior. Os parafusos são especiais, projetados para que nenhum intérprete possa meter dedo em capacitor e levar choque. 

A pilha que estourou daria menos de 3 amperes x hora, algo na casa de 5 Watts com essa voltagem. Bateria de bicicleta ou patinete capaz de acelerar 80 quilos é bem diferente--umas 150 vezes mais possante. 

Uma mulher australiana recarregava sua bicicleta elétrica. Houve uma explosão e a casa inteira pegou fogo. Disso os econazistas não falam quando pedem leis que proíbem alguns tipos de energia para subsidiar outros tipos que sua seita prefere forçar nas pessoas a ferro e fogo. 

Se a minha casa queimar, o prejuízo é mais do que paguei em eletricidade e gasolina a vida inteira, sem falar no custo energético e financeiro de reconstruir.  Essas baterias de bicicleta duram uns dois anos. Sou a favor de bicicletas tradicionais e elétricas, mas prefiro que a escolha seja feita de livre e espontânea vontade, sobretudo por pessoas que entendem como medir e avaliar energia e potência. Político não. 





Agora com blog em inglês!

terça-feira, 14 de maio de 2019

O que é o Fascismo?

Leia no jornal original...

Esse jornal canadense não censurou os fatos. Aliás, canadense até entende o sentido correto da palavra liberal.  Prova disso é esse relato do jornal de Calgary. Só não entende o que é o fascismo quem não quer entender. Eis a tradução do relatado


Mussolini apresenta projeto de ensino intensivo de religião para jovens da Itália - ROMA, 30 de abril - O ensino intensivo de religião nas escolas italianas é contemplado em um novo projeto de lei apresentado ao parlamento fascista por Mussolini, como consequência do tratado recentemente concluído com o Vaticano.
A juventude italiana no futuro, nas palavras do Ministro da Educação, Signor Belluzzo, “será permeada, ou melhor, fortificada, pelos elevados conteúdos espirituais da religião católica romana e seu caráter sagrado de um culto com a tradição de dois mil anos. "
Isso deixa claro que a extensão da instrução religiosa nas escolas públicas, particularmente desejada pelo Vaticano, será levada a cabo ao pé da letra e o governo já circularizou professores pedindo que façam tudo o que estiver ao seu alcance para formar uma nova geração na Itália que será "cristão em pensamento, sentimento e ação".
Os professores são ordenados a colaborar com o clero para esse fim.
www.braziliantranslated.com


Este servo que vos fala nem quer comentar no referido senão para explicitar que escolas públicas é eufemismo totalitário para escolas do governo. Políticos escolhem os professores, arrancam verba do couro de quem trabalha e nomeiam quem determinará o currículo. Nos EUA não há melhor maneira de fazer cair a mascara dos coletivistas do que usar este termo objetivamente exato. Ambos os partidos subsidiados pela lei anti-libertária de Richard Nixon preferem falar das "escolas públicas". Surgem controvérsias quanto ao teor da lavagem cerebral a ser aplicada. Mas concordam que esse teor não será individualista, e nem um pouco objetivista.
Blog em inglês também... E precisando de documentos traduzidos por conhecido intérprete dos tribunais da imigração, basta procurar.

sábado, 11 de maio de 2019

Doutrinando as crianças


É raro ver traduções dos ensinamentos religiosos populares, mas de vez em quando aparece algo instrutivo. 

Aqui um garotinho palestino não fica devendo nada aos Hitlerjugend das décadas de 30 e 40 ao treinar na matança de judeus.

https://gellerreport.com/2019/04/palis-teach-muslim-kids-2kill.html/

Isso é educação religiosa dos velhos tempos. 

No meu tempo de pimpolho os mercantilistas influenciados pela Reppublica Sociale Italiana catequizavam as crianças com livrinhos. Meu favorito da escolinha no Rio mostrava silhuetas de comunistas metralhando silhuetas de padres e freiras como "a primeira coisa" que esses ímpios capetas faziam.  

Que maneira mais ladina de fazer com que as crianças encarem o comunismo altruísta como algo desejável!

My other blog...

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Republicanos Nacionalsocialistas no Texas



Democratas no Texas negavam o voto aos negros

Em 2 de maio de 1932 o Supremo americano decretou que o Partido Democrata no Texas não podia POR LEI excluir os negros das pré-eleições para escolha do elenco de candidatos para as eleições.  Hoje os dois partidos da cleptocracia entrincheirada no Texas e em Arkansas procuram excluir do boleto os candidatos do Partido Libertario, o único partido anti-agressão e anti-coletivista.

O Partido Libertário do Texas hoje se vê na situação da sabiá cujo ninho foi invadido por chupim. Algo parecido aconteceu em 1933. Com a ajuda do presidente republicano Herbert Hoover, que congelou "temporariamente" as dívidas das reparações de guerra e de outros empréstimos tomados pelos alemães, o partido Nacional Socialista, organizado por Hitler em 1920, logo obteve maioria na câmara de deputados da Alemanha. 

Os nazifascistas imediatamente trataram de abolir os demais partidos, da mesma forma que o filhote de chupim atira fora os ovos e filhotes da pássara hospedeira. Acontece que no Texas os republicanos adotaram a tática de arremedar os libertários exceto nos projetos de coletivismo racial e religioso que formaram o cerne da fé nazifascista. 



Republicanos infiltraram o partido libertário, sempre no sentido de anular e reprimir qualquer exercício de direitos individuais por parte das mulheres--que para eles seriam parideiras raciais, sem as quais aconteceria o "suicídio racial" previsto pelo republicano Theodore Roosevelt. Isso circulava antes mesmo de Monteiro Lobato publicar em 1926 "O Presidente Negro" como crônica futurista de eventual choque racial. 

As mulheres no início apoiavam o Partido Libertário. Afinal, foi a nossa proposta que impediu que a coalizão dos coletivistas republicanos e descendentes dos latifundiários escravagistas mantivessem as leis de Comstock em 1973. Essas leis, cuja aprovação coincidiu com pavoroso crash nas bolsas e depressão econômica em 1873, proibiam absolutamente até falar em qualquer tipo de controle de natalidade--até mesmo os que o Vaticano não quis proibir. Seus vestígios coercitivos caíram em 1973 com a transcrição da proposta libertária para a decisão do Supremo em Roe v. Wade. Essa sentença impediu a participação governamental na coação (para não dizer assassinato) de médicos ou mulheres pelos fanáticos. 

Imediatamente os republicanos contra-atacaram com propostas de emenda constitucional para forçar as mulheres a reproduzir a contragosto. A isso as mulheres retrucaram com a PEC dos direitos iguais. Até hoje os republicanos teimam para implantar seus correligionários no Supremo e não cansam de editar PECs para coagir o mulherio. Só agora as mulheres estão tirando o pó da Emenda dos Direitos Iguais que acabaria de vez com essa perseguição expurgatória. 

Aliás, Arkansas--o Saará das Bozarts--na tradução por Ruy Castro da crítica de HL Mencken--também tem sua klã na legislatura procurando linchar os eleitores que votam pelos candidatos libertários. Lá também aprovaram leis que--como a Constituínte de 1988--impossibilitam as campanhas do Partido Libertário.

Quem quiser reverter esse quadro pode ligar para estes políticos estaduais no Texas e reclamar: 


Rep. Joe Moody – 512-463-0728
Rep. Joe Deshotel – 512-463-0662
Rep. John Frullo – 512-463-0676
Rep. Craig Goldman – 512-463-0608
Rep. Oscar Longoria – 512-463-0645
Rep. Will Metcalf – 512-463-0726
Rep. Tom Oliverson – 512-463-0661
Rep. Eddie Rodriguez – 512-463-0674
Rep. Toni Rose – 512-463-0664

Rep. John Wray – 512-463-0516
Rep. Stephanie Klick – 512-463-0599
Rep. Philip Cortez – 512-463-0269
Rep. John H. Bucy, III – 512-463-0696
Rep. Dustin Burrows – 512-463-0542
Rep. Briscoe Cain (patrocinador da BOA lei. Agradeça a ele) – 512-463-0733
Rep. Art Fierro – 512-463-0596
Rep. Celia Israel – 512-463-0821
Rep. Mayes Middleton (autor do projeto de lei nocivo) – 512-463-0502
Rep. Valoree Swanson – 512-463-0572  




Com blog em inglês também...