sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Entenda a política americana




Em defesa da política libertária...

Apareceu no cenário do Youtube um jovem entendido em matéria política cujaz explicações fazem sentido e cujas previsões se realizam.  Não é comunista ou fascista, e sim libertário como éramos nos anos 60--antes de existir o partido. Ouvi várias discussões, e o gajo conhece a constituição e entende em termos realistas os traços gerais do sistema americano. Recomendo. Aqui está uma coletânea das suas apresentações. (link)

Quisera existisse algo à altura no Brasil. Como pano de fundo ele é intérprete musical, tem conhecimento histórico do vocabulário de muitas correntes místicas cujas obras traduz e recicla em linguagem moderna. O Isaac Asimov fazia disso, publicando livros explicativos das lendas bíblicas, que ele explicava em termos históricos sem misticismo. Também evita derrapar no lodaçal do comunismo anarquista e escolhe a ciência, rejeitando o obscurantismo apocalíptico do aquecimento global.


Saiba mais sobre como a exploração de crendice e superstição para transformar o estado político em aparato saqueador provoca súbita contração monetária e desastrosas crises de liquidez. 

Para entender melhor o impacto da lei seca na curta Constituição dos EUA, procure no Amazon A Lei Seca e O Crash em formato Kindle (aplicativo gratuito que roda em celular). O livro explica como o colapso da economia resultou da repressão e dos confiscos do IR em apoio à Lei Seca constitucional.
inglês oficial para imigração



Blog americano...



terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Nixon governa o Brasil

Nixon com ditador comunista Ceausescu da Romênia (link)
Richard Nixon, político proibicionista evangélico que ampliou a escravatura dos jovens para bombardar e massacrar camponeses do outro lado do planeta, assinou tratado com o comunismo russo para expor os EUA a hecatombes nucleares socialistas, e botou gatunos para arrombar e fazer sabotagem na campanha da oposição--foi o inventor do Fundo Eleitoral. (Isso antes de o Congresso votar para acioná-lo em processo de impedimento). (link)

O motivo foi o mesmo no Brasil e nos EUA, onde o crime originou em 1971, um dia após a formação do Partido Libertário dos EUA justamente para proteger a ditadura mercantilista e esmagar a liberdade humana. Duvida? Examine aqui a "explicatória" publicada pela cleptocracia saqueadora: 

O Congresso criou, em 2017, o fundo eleitoral. 

Como funciona o fundo eleitoral

No ano seguinte à criação do fundo, o TSE definiu as regras de distribuição de "seus" recursos entre os partidos. São elas:
I – 2% do valor é dividido entre todos os partidos com registro no TSE
II – 35% é dividido entre os
partidos que tenham ao menos um representante na Câmara dos Deputados
III – 48% é distribuído entre os partidos
na proporção de suas bancadas na Câmara
IV – 15% é dividido entre os partidos na proporção de suas bancadas no Senado
Para as eleições de 2018, o fundo eleitoral contou com 1,7 bilhão de reais. Mesmo que pareça bastante dinheiro, é pouco comparado com o gasto oficial total nas eleições de 2014: quase 5 bilhões de reais.
Agora compare com a versão original aprovada pela cleptocracia comuno-fascista dos EUA 46 anos antes. Nem precisa traduzir. É a mesma lei que Nixon assinou para subsidiar os partidos comunistas, fascistas, nacional socialistas--enfim, saqueadores--mediante a compra pelo governo da propaganda de lavagem cerebral para afastar eleitores dos partidos menores, menos esclerosados, mais libertários... e quase funcionou! 
Só que os eleitores Americanos descobriram o voto libertário!
TITLE VIII – FINANCING OF PRESIDENTIAL ELECTION CAMPAIGNS
SECTION 801. PRESIDENTIAL ELECTION CAMPAIGN FUND ACT.
The Internal Revenue Code of 1954 is amended by adding at the end thereof the following new subtitle:
“Subtitle H – Financing of Presidential Election Campaigns (…)
“SECTION 9002 DEFINITIONS.
“For purposes of this chapter –
“(1) The term ‘authorized committee’ means, with respect to the candidates of a political party for President and Vice President of the United States, any political committee which is authorized in writing by such candidates to incur expenses to further the election of such candidates. Such authorization shall be addressed to the chairman of such political committee, and a copy of such authorization shall be filed by such candidates with the Comptroller General. Any withdrawal of any authorization shall also be in writing and shall be addressed and filed in the same manner as the authorization.
“(2) The term ‘candidate’ means, with respect to any presidential election, an individual who (A) has been nominated for election to the office of President of the United States or the office of Vice President of the United States by a
major party, or (B) has qualified to have his name on the election ballot (or to have the names of electors pledged to him on the election ballot) as the candidate of a political party for election to either such office in 10 or more States. For purposes of paragraphs (6) and (7) of this section and purposes of section 9004 (a) (2), the term ‘candidate’ means, with respect to any preceding presidential election, an individual who received popular votes for the office of president in such election.
“(3) The term ‘Comptroller General’ means the Comptroller General of the United States.
“(4) The term ‘eligible candidates’ means the candidates of a political party for President and Vice President of the United States
who have met all applicable conditions for eligibility to receive payments under this chapter set forth in section 9003.
“(5) The term ‘fund’ means the Presidential Election Campaign Fund established by section 9006 (a).
“(6) The term ‘major party’ means, with respect to any presidential election, a political party whose candidate for the office of president in the preceding presidential election received, as the candidate of such party, 25% or more of the total number of popular votes received by all candidates for such office.
“(7) The term ‘minor party’ means, with respect to any presidential election, a political party whose candidate for the office of President in the preceding presidential election received, as the candidate of such party, 25% or more of the total number of popular votes received by all candidates for such office.
“(7) The term ‘minor party’ means, with respect to any presidential election, a political party whose candidate for the office of president in the preceding presidential election received, as the candidate of such party, 5% or more but less than 25% of the total number of popular votes received by all candidates for such office.
“(8) The term ‘new party’ means, with respect to any presidential election, a political party which is neither a major party nor a minor party.
Viu? copiando pro Google translate apenas confirma que a atual coação brasileira é copiada da lei do Nixon. (link)
Tão logo o romance "Atlas Shrugged" apareceu em tradução competente (A Revolta de Atlas), convocou-se constituinte cleptocrata para impedir a formação de partido libertário. (link)


Saiba mais sobre como a exploração de crendice e superstição para transformar o estado político em aparato saqueador provoca súbita contração monetária e desastrosas crises de liquidez. 

Para entender melhor o impacto da lei seca na curta Constituição dos EUA, procure no Amazon A Lei Seca e O Crash em formato Kindle (aplicativo gratuito que roda em celular). O livro explica como o colapso da economia resultou da repressão e dos confiscos do IR em apoio à Lei Seca constitucional.
inglês oficial para imigração



Blog americano...

domingo, 8 de dezembro de 2019

O muro da Fronteira


A revista libertária Reason não cansa de publicar artigos dizendo que existem maneiras de galgar o muro da fronteira. Esses escritores também sabem que qualquer pedra ou martelo quebra vidro, mas nem por isso estacionam o carro com a porta aberta pra facilitar.  

No número atual postaram uma tripa de tuítes sobre furar o muro. (link)

Mas afinal, cadê muro da fronteira canadense? Canadá é estado laico apesar da enorme população católica. O fanático supersticioso que tenta encostar a mão em médico ou moça grávida vai preso no mesmo instante. A cerveja é forte, folha de planta é liberada e o povo é educado e dá valor à liberdade. 

Mas já tiveram maus momentos. Antes mesmo de o Nixon se aliar com a ala KKK do partido democrata nos EUA, médicos eram presos e moças aterrorizadas no Canadá. Só que depois de o partido Libertário americano conseguir que a sua pauta fosse adotada pelo Supremo, derrubando as leis evangélicas do coletivismo racial, no Canadá foram um passo além. Revogaram toda e qualquer lei que presume interferir com o controle da natalidade. Formou-se um partido libertário canadense para garantir a permanência dessas reformas. Na Irlanda, onde existe partido libertário, a emenda xiíta pela qual a própria Constituição do país fora transformada em instrumento para infernizar a vida das mulheres finalmente foi revogada 35 anos depois. 

Era naquela idade das trevas éramos nós, americanos, que atravessávamos a fronteira canadense em busca de guarida e proteção contra o escravagismo militarista e a superstição armada travestida de ciência. Hoje entendemos que o apelo à coação--sempre a preferida dos soi disant cristãos e comunistas, republicanos e democratas, esquerda e direita--destrói a economia e traz a brutalidade da ditadura. Eu só voto no partido libertário.

No dia em que cada um dos países da América Latina tiver partido libertário--mesmo cercado por dezenas de partidos comuno-fascistas--esse muro irá pro ferro velho. Por que? Pelo mesmo motivo que não está sendo instalado neste momento no lado canadense. As pessoas pensantes acostumam com a liberdade econômica e os direitos individuais.


Basta ter partido libertário e votar nele. A própria ganância traiçoeira dos políticos apadrinhados pela cleptocracia garantem que para salvar algumas vantagens eles queimarão as leis mais nocivas como ocorre hoje nos EUA, Canadá e Irlanda. 

Descubra como o Partido Liberal dos EUA, formado em 1930, formulou a base programática que os democratas adotaram para reformar a Constituição, derrubar a Lei Seca e expulsar os republicanos do poder 



Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015. (link)

Blog americano...








sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Americanos indocumentados



No México quem anda com produtos de folha de planta no bolso não corre risco de ser baleado, espancado e assaltado pelos agentes da lei. Nos EUA tudo isso pode acontecer, e o sobrevivente ainda passar o resto da vida numa prisão. Enquanto a burocracia Americana luta para preservar o fanatismo proibicionista como fonte de propina e de empregos para meganhas analfabetos, o resto do mundo percebe que essa mania é sempre precursora de crises financeiras e econômicas que fazem desaparecer as economias, aumentam o desemprego e o risco de morte violenta. 

O americano que na adolescência curtia Purple Haze ou folhas num evento musical hoje tem guarida apenas no Estado de Colorado que liberou os cogumelos e cânhamo. Mas a aposentadoria que lá seria uma merreca, no México permite um padrão de vida nada desprezível. México descriminalizou a presencinha de uso individual. 

Se apenas os velhinhos que curtiram o evento em Woodstock assim optassem, daria uma transferência para a economia mexicana de 2,4 bilhões de dólares por ano. Só que na minha cidade na época, talvez 1% dos hippies fizeram essa romaria até Nova York. México fica a meros 799 quilômetros de Dallas. É possível que no país inteiro México atraia 10x aqueles 100 mil aposentados cansados do fascismo proibicionista, trazendo mais de 20 bilhões de dólares anuais. A aposentadoria fica menos onerosa e um México (Uruguai, Chile, Costa Rica, Brasil) mais liberal e menos fascista ganha divisas.

Para entender melhor o impacto da lei seca na curta Constituição dos EUA, procure no Amazon A Lei Seca e O Crash em formato Kindle (aplicativo gratuito que roda em celular). O livro explica como o colapso da economia resultou da repressão e dos confiscos do IR em apoio à Lei Seca constitucional.
inglês oficial para imigração



Blog americano...

domingo, 1 de dezembro de 2019

Alemanha, Dezembro de 1929

Herbert Hoover, a Grande Esperança da Lei Seca 1929-33

Em Dezembro de 1920 a Alemanha, maior produtora de acetilmorfina, foi obrigada a aprovar uma lei proibindo diversas drogas, não só a heroína. Em 1927 antes de o fisco americano começar a cobrar IR sobre renda ilícita, o índice das cotações de títulos do  Frankfurter Zeitung andava em 178, de repente enfraqueceu para 108 em 23 de novembro, mês em que 1% dos pequenos bancos alemães pararam de funcionar.  

Em 10 de dezembro de 1929 a Alemanha, agora sendo dominada--segundo os jornaes brasileiros do mesmo dia--pela União dos Operários Nacionalistas (o NSDAP que os jornais atuais chamam de nazista)--aprovou a Lei do Ópio, impondo restrições e proibições sobre vários tipos de produtos químicos. Não demorou muito seus problemas econômicos se acirraram. Deu nos jornais:


Um banco allemão que vae ser absorvido, afim de não fallir. Berlim, 29, --O Dresdener Bank, que é um dos maiores da Allemanha, planeja absorver o Banco Oriental de Comércio e Indústria de Hugenberg, que se acha em dificuldades. Edição 0713 (Correio da Manhã 30nov1929 p1c7)
Vão Informações de Vienna, annunciam que apparecerão amanhã em publicação official 8 volumes que contém 11200 documentos diplomaticos secretos, referentes à política austro-hungara desde a crise de Bosnia em 1908 até o momento da declaração da Grande Guerra. Apparecer importantes documentos secretos austriacos--Berlim, 30 (Radio-Havas)--(Correio da Manhã 1dez1929 p1

Até hoje esses documentos austríacos andam sumidos. Bosnia, Sérvia, Bulgária, Montenegro e vizinhos eram os grandes produtores de papoula dormideira em 1908, quando os chineses boicotavam os países que exportavam pra lá esse tipo de produto farmacêutico. Sabe-se que em 1903 tal boicote preocupava a Inglaterra e que em 1905 os EUA foram alvo de vigoroso boicote chinês. Esse fato resultou na Lei das drogas e alimentos puros de 1906 que--após vigorar em 1907--resultou numa vasta crise econômica, e possivelmente nas guerras dos Bálcãs que se desenvolveram na Primeira Grande Guerra. Você sabia disso?

Como evitar a repetição deste tipo de crise, que se repisou em 1987-92, em 2008-11 e até nos Flash Crashes de 6 de maio de 2010 e 20 de março de 2015?

Basta ter partido libertário e votar nele



Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015. (link)

Blog americano...










-->

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Causas da Grande Guerra


A Grande Guerra que teve início formal em agosto de 1914 teria sido causado por um anarquista coletivista baleando um figurão penachudo? Afinal, TODOS dizem que um só comunista bastou para deflagrar uma hecatombe de cerca de 20 milhões de mortos. NINGUÉM a não ser este servo que vos fala acredita que considerações econômicas vieram ao caso. Vale a pena examinar esse "consenso" à luz dos fatos e tratados da época. (link)

Houve crise econômica nos EUA começando em 1837, quando o Império Celeste, preocupado com o enorme volume de ópio indiano que os ingleses importavam convidou os traficantes a se valerem da retirada voluntária. Estes, incomodados de serem o foco de escrutínio aguçado onde antes havia vista grossa, alertaram políticos e meganhas da monarquia. Títulos e debêntures municipais dos EUA e afins foram liquidados para armar as frotas da Inglaterra e sua colônia indiana. 

Os chineses foram bombardeados, o imperador corrido a canhonaços e o império infectado (por americanos em Hong Kong) com superstição mística européia que se alastrou como um incêndio florestal, assassinando em nome de Cristo os imperiais que davam o troco em nome da dinastia imperial. Não se sabe quantos morreram na hecatombe, mas as estimativas giram em torno de 20 milhões--quase a população dos EUA na época. Ali também disputavam uma guerra civil, movida por sobretaxas alfandegárias, só que com "apenas" 600 mil mortos. 

Para evitar a destruição da China bastaria o Imperador não interferir com os que queriam cultivar um canteirinho de papoulas (ou quiçá substituto menos nocivo) para uso medicinal e lúdico. Mas continuaram a proibição local que resultava na evasão de divisas e deixou o país arruinado e a mercê da interferência estrangeira. Mesmo após a revolução de 1911 os ingleses cobravam "tratados desiguais" que os chineses driblavam para excluir o produto indiano, persa e da Cochin-china francesa. (link


Deste tratado bilíngue, pois Macau, onde repousava o túmulo de Camões na época, era colônia portuguesa, Portugal aprendeu lições históricas e com tempo descriminalizou a escolha de plantas lúdicas e medicinais. O resto da Europa fascista e socialista talvez necessite de outros vinte milhões em baixas de guerra para completar a lição. Afinal, os americanos passaram por aquela crise de 1837-42, outra em 1873 quando impuseram censura, proibicionismo e interferência com o controle de natalidade no monopólio postal, as de 1929, 2008, 2010 e 2015 e até hoje fabricam mentiras para encobertar o que realmente passou. 

Esse monopólio postal, vale observar, é artificial, pois a Constituição americana só prevê o serviço, e não um polvo a estrangular eventual concorrência. A pavorosa crise de 1893, quando alguns comunistas foram eleitos ao congresso e a lei anti-chinesa tornava a incomodar os orientais, também teve um forte componente proibicionista. 

As crises de 1903 e 1907 resultaram em grande parte de boicotes de produtos americanos enviados pelos correios governamentais e comércio à China--heroína para curar o alcoolismo, xarope de morfina para acalmar bebês... esse tipo de coisa. E em 1909 os progressistas--leia-se bedelhos--T. Roosevelt (herdeiro de fortuna de ópio) e successor Howard Taft puseram em movimento a convenção da Haia para dar um basta na exploração que drogava os primitivos e enriquecia as metrópoles. Bonitas essas intenções.

Dali veio a Grande Guerra, na esteira da qual o tráfico resumiu, aproveitando da lei seca americana para entupir o país de morfina alemã. Para livrar o país da lei seca do fanatismo místico--fanatismo semelhante ao que os próprios americanos infiltraram na China na época das guerras do ópio--a economia inteira ruiu. 

Quando você espiar um anúncio de Black Friday, saiba que o colapso original veio durante batalhas na China e na guerra na Crimeia. A Black Friday badalada nessas liquidações de bancarrota de 1929 foi novo resultado do fanatismo ignorante coagindo à mão armada as preferências lúdicas do povo em nome do misticismo crédulo fortalecido pela ciência fake em nome da coação altruísta "pelo próprio bem" das suas vítimas. Saiba mais, compre e baixe o livro. 


Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015.

Blog americano...







domingo, 24 de novembro de 2019

Ayn Rand v. socialismo

Autora do Princípio da Não-Agressão, pró-aborto, antinazista

Qualquer um percebe que tudo que o que os internacionalsocialistas dizem a respeito dos nacionalsocialistas é aproximadamente a verdade, e vice-versa. Ambas as hostes cleptocratas, viciados em lançar mão da força para sanar problemas por eles imaginados ou causados, mentem quando falam de si. É um diga espelho meu muito distorcido que não consegue pensar fora de uma das quatro retas que formam a "caixa". 




Para quem não é nenhum tipo de socialista o maior problema é distinguir as duas versões. Coroa de espinhos, batina, ícones de instrumentos de morte, santinho, sinos de igreja, são indicadores de fascismo proibicionista que se imagina cristã. Crianças protestando churrasco-apocalipse, apontando furacão e tsunami como avatares da satânica energia elétrica são chamarizes da versão comunista. Desligando a TV faz sumir 99% desse besteirol. Mas observe agora que quem fala em adicionar um partido novo, procura ter 17 partidos fascistas contra 16 partidos comunistas. Libertário? Nem pensar!

A comissão americana investigadora das atividades antiamericanas investigava nazistas nos EUA antes mesmo da 2ª Guerra. Investigava comunistas também, sem fingir que existia ali alguma grande diferença. Depois de sentar o pó radiativo e enforcar os figurões nazistas, os deputados  chamaram Ayn Rand para testemunhar sobre filme de propaganda comunista. Foi a escritora que formulou o trato da não-agressão que todo eleitor assina se quiser aderir ao partido libertário. 



Mas durante a Guerra, quando o governo stalinista era "aliado," essa comitiva do congresso americano só investigava os nacionalsocialistas. Aliás, esse filme até hoje é mantido longe do YouTube, mas o trailer...


Só vendo se isso é filme de propaganda...

Em julho de 1914 o Tzar russo decretou lei seca. Depois de massacrados os líderes e instalado o regime coletivista, o governo de Lenin relegalizou a cerveja e vodka em 1925. 


Para entender melhor o impacto da curta Constituição dos EUA, procure no Amazon A Lei Seca e O Crash em formato Kindle (aplicativo gratuito que roda em celular). O livro explica como o colapso da economia resultou da repressão e dos confiscos do IR em apoio à Lei Seca constitucional.
inglês oficial para imigração


Blog americano...


quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Fim da Crise Americana--1923



Nullification saved the economy!
A lei seca foi menosprezada em 1921-22 assim como as leis anti-cânhamo foram revogadas após o Crash do Bush em 2008
Os mercados de ações começaram a cair em 1916 apesar dos lucros da guerra, porque os investidores temiam a chegada da Lei Seca nacional. Os Estados proibicionistas nunca foram faróis de sucesso econômico - aliás justamente o contrário. O Crash começou com a lei de Volstead na noite de 16 de janeiro de 1920 e a crise financeira não demorou. Só que, dois anos depois, uma recuperação rápida se fez sentir, devido sobretudo (link) à anulação mediante menosprezo popular. (link)
O recorte do jornal de 1923 revela que cidadãos de todas as classes estavam produzindo cerveja e uísque, ou trabalhando como seguranças armados nos caminhões carregados de bebida, encarando até agentes federais. Alambiques de todos os tamanhos pipocam pelo país e seus operadores não manifestam temor à lei, que dirá dos volantes "esponja" encarregados de cobrar a lei seca, pois ninguém é condenado a pena de reclusão. O reveillôn de Chicago de 1923 mais parecia um carnaval regado a bebida, apesar de ali existir uma grande esquadra de agentes federais encarregados de cobrar cumprimento da lei seca nacional. Bons tempos aqueles. 
Slammer, no second amendment, no suffrage!
Penas de reclusão substituíram as suaves multas "em oferta". (link)
Isso mudou radicalmente depois que o Ku-Klux Klã, fanaticamente seco, abandonou o partido Democrata quando o "Whiskey Al" Smith, católico, concorreu à presidência em 1928. Naquela época, o dia da posse era 4 de março e, em 2 de março de 1929, o congresso ainda em exercício conseguiu que o presidente Coolidge assinasse a lei Five & Ten de Jones que fazia da cerveja um crime federal com até 5 anos de reclusão e mais de meio milhão de dólares em multas aos preços atuais do ouro. Com humor americano típico, os jornais de Illinois, que antes agouravam a iminente autocracia seca, logo anunciavam café Autocrata (nada irlandês).(link)

Com a posse do Herbert Hoover, o fanático do altruísmo à mão armada que derrotou o velho malandro pinguço Al Smith em 1928, a crise do ano 1929 já se mostrava inevitável. Como evitar isso no futuro? 

Basta ter partido libertário e votar nele



Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015. (link)

Blog americano...






terça-feira, 19 de novembro de 2019

Falsificando as temperaturas



Vá vimos antes que a Goddard Institute dentro do arcabouço da NASA falsifica temperaturas em vez de projetar espaçonaves. Agora no hemisfério sul, no único outro país onde o voto é extorquido sob ameaça de multas aplicadas pelos meganhas do Estado Político, na Austrália também os coletivistas deram para falsificar as temperaturas do passado.

No gráfico aparecem as temperaturas registradas nas 60 estações que funcionam desde 1910. RAW original são as temperaturas conforme aparecem nos termômetros. ACORN version 1 são dados alterados por burocratas ex-cientistas. Nas medições publicadas em bases de dados para 112 estações meteorológicas para 917 dias a temperatura máxima registrada estava ABAIXO da temperatura mínima. Esse filme já vimos nos dados americanos enviesados por burocratas para defender a tese religiosa que reza que o Fim Está Próximo. Segue a superposição das versões desencontradas que os econazistas fingem não enxergar. Os círculos vermelhos salientam as exatas mesmas datas.

Na Austrália como nos EUA, quanto mais estações novas entram na receita, maior o aquecimento que aparece nos dados--pelo menos na interpretação do Zé do Apocalipse. Porisso mesmo o gráfico superior mostra os registros inalterados (a máxima sempre é mais quente que a mínima) das 60 estações que não sofreram muita alteração nos últimos 100 anos. Algumas foram deslocadas alguns metros para afastamento de asfalto novo ou construções que não as afetavam em 1910, mas a região é a mesma. Quando cientistas de verdade examinaram os 4 milhões de registros de temperaturas máximas e mínimas, desencobrindo a fraude, os burocratas do governo australiano disfarçaram melhor e lançaram a ACORN version 2, que mente um pouco menos, mas segue falsificando a realidade. (link)

A lição aqui é que nos EUA do hemisfério norte e na Austrália do hemisfério sul, o mesmo tipo de fraude é praticado para esfriar os dados do passado e aquecer os mais recentes. (link) Até mudam dados para fingir que o ozônio sumiu daqui da Antártica sem olhar para ver se alterou na região do polo norte! (link

Durante os testes nucleares o pó radiativo tinha a tendência de chover no seu próprio hemisfério. E o argumento apocalíptico depende de você aceitar que temperaturas ou teor de ozônio variam com a presença de populações industrializadas. Pois responda: qual a porcentagem da população terrestre que habita o hemisfério sul? (Palpite: pense no problema da proporção do iceberg fora d'água.) 

Uma resposta eu garanto: depois de você descobrir qual a proporção da humanidade que mora no hemisfério sul, você verá que a proporção de otários é nove vezes maior. Parece até as explicações das crises financeiras, que nunquinha resultam das maquinações de políticos e seus meganhas. Segundo seus áulicos e corifeus, toda crise resultou de muita especulação por parte do público. Muita especulação, como assim? Muita pois deus crash e crise, ora bolas! O argumento é perfeitamente circular. 





Quer saber mais sobre como os votos de sangria dados aos pequenos partidos antigamente traziam leis cruéis? Como hoje os votos libertários se transformam em poderosa alavanca para mudar as leis e defender a ordem econômica? Leia A Lei Seca o O Crash, baratinho no Amazon em formato Kindle que até com celular você lê direitinho.



Blog americano...