segunda-feira, 12 de abril de 2021

Leis americanas contra os chineses


AVISO: comunista, anarquista, socialista, feniano e bandido é bem-vindo, mas chinês não entra

Em 1862, a câmara de deputados da Califórnia lançou imposto sobre os residentes chineses. Foi batizada de "Lei para proteger o trabalho livre e brando contra a concorrência dos retirantes chineses, e para desestimular a imigração de chineses ao estado da Califórnia." É verdade que os chineses tinham passado pelas guerras do ópio e pela invasão da lavagem cerebral do misticismo ocidental. Sua reação monetária e proibicionista impossibilitou a volta das divisas ao país. Talvez não por coincidência, os EUA vinham sendo afogados em enorme superávit de prata, gerando outra crise monetária.

A lei californiana cobrava um imposto de U$3 dos trabalhadores chineses, metade do seu salário!

Dali a vinte anos um filho de imigrantes irlandeses reciclou essa lei, adicionando cláusulas ainda mais onerosas, e nasceu a Lei de Geary em 1882. Essa também foi bem recebida pelos trabalhistas do Arbeiterpartei popular na sua versão americana. A lei tinha validade de dez anos, e foi em 1892 que a segunda tradução do manifesto comunista no idioma americano pleiteou a presidência para agradar os cavoucadores nas minas de prata do Velho Faroeste. Ao ódio aos estrangeiros juntou-se a reação ao repressionismo abstemioso dos fanáticos religiosos que usavam a coação armada para reformar "o ébrio".   

E foi essa briga de cachorros entre coletivistas raciais e misticismo eugênico que adicionou o imposto de renda do item 2 do manifesto comunista alemão às leis de sobretaxas que antes custeavam as despesas do governo americano. O tumulto monetário e fiscal de 1893 e 1894 derrubou tamanha fatia dos bancos do país que os juízes do Supremo não tinham onde descontar seu salário protegido (por sua própria interpretação) daquela lei saqueadora. Em 1895 o Supremo derrubou esse experimento com o comunismo alemão e novos métodos de extração de ouro aumentaram a oferta de moeda para algo mais condizente com o crescimento da população. Todos queriam viver num país cuja constituição continha menos de 5000 palavras, sem as guerras e impostos do Velho Mundo monarquista. 

Saiba mais sobre as crises político-econômicas dos EUA--leia para entender o que causou o Crash de 1929 e as crises bancárias mundiais de 1930 a 1933: 


Compre este e-livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1971, 1987-92, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015.

Para melhorar o seu inglês, nada como a minha polêmica tradução de Monteiro Lobato: America's Black President 2228. Na Amazon (link)

Blog americano... www.libertariantranslator.com

Tradutoramericano.com




sábado, 3 de abril de 2021

Cucarachês de cleptocrata

Jacqueline Kennedy falando espanhol em 1960


 Na frente de uma bandeira "trabalhista" que remete à época em que tal partido na Alemanha Nacional Socialista se chamava "Arbeiterpartei," a Primeira Dama dos EUA tentou maquiar seu discurso com três palavras de espanhol. Americano já teve Primeira Dama que debatia política em francês e fazia discursos em espanhol que deixavam o John F Kennedy arrepiado de orgulho. Hoje não temos disso não. E que atirai a primeira pedra o brasileiro entre vós que não estranha o verbo "lograr" usado pelos lusitanos e espanhóis.  

Advertência: Antes de visitar o link abaixo, saiba que sou eleitor libertário, contra a Cleptocracia socialista cindida em suas alas comuno-fascistas. E como sou de Austin, reconheço que InfoWars é criação da pior laia do socialismo cristiano-fascista. Mas na minha terra o Republicano e Democrata só não mente quando fala do outro, do concorrente. Graças a Nixon, esses saqueadores e assaltantes possuem recursos arrancados do erário para subsidiar as suas campanhas.  Azar do brasileiro essa mania ter sido exportada para arruinar as democracias do resto do mundo.

Sem mais, vejam agora num site Nacional Socialista Republicano a atual Primeira Dama tentando pronunciar três (03) palavras no antigo idioma dos atuais estados do Texas, Novo México, Arizona e Califórnia. Ouça a Jill Biden exercitando o seu domínio do espanhol: (link)

E cá está a mesma coisa na página do hospício do Alex Jones, radialista que só fala mal do Partido Libertário e lambe as botas do coletivismo nacionalista. (link)

Outra versão de jornal marrom enfatiza que o sindicalista César Chavez n\ao ficava devendo nada aos integralistas ou nacionalsocialistas em matéria de exclusão de indocumentados: (link)

Há uma certa ironia nesse fenômeno de republicano se meter a corrigir a pronúncia alheia de vocábulo "estrangeiro." 

Saiba mais sobre as crises político-econômicas dos EUA--leia para entender o que causou o Crash de 1929 e as crises bancárias mundiais de 1930 a 1933: 


Compre este e-livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1971, 1987-92, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015.

Para melhorar o seu inglês, nada como a minha polêmica tradução de Monteiro Lobato: America's Black President 2228. Na Amazon (link)

Blog americano... www.libertariantranslator.com

Tradutoramericano.com