sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Tradução Sem Calote

The Doomsday Machine
André Azevedo relata no que resta da lista Trad-Prt uma maneira de vc escolher o seu explorador depois de dar mole e levar calote:  
Resumindo, a história é a seguinte: Nos EUA, calote é renda tributáveldo caloteiro. Lá, se alguém lhe deve dinheiro e não lhe paga, eleprecisa pagar imposto de renda sobre isso.Você abre mão de receber a sua dívida através de um formulário (tem nosite) para o IRS deles, e os fiscais irão lá cobrar o IR devido.
Esse plano é cópia da Máquina do Juízo Final analisado pelo Dr Fantástico no filme "Dr Strangelove" da Guerra Fria de 1964. Lá, eventual ataque aos russos dispararia uma enorme bomba geradora de pó radiativo que destrói toda a vida no planeta. Isso para a União Soviética seria "ganhar." Na versão do André, que não passa de blefe, os seus vencimentos seriam doados para os meganhas da Receita americana, se é que existe esse formulário--que não encontrei nas 23.000 palavras do formulário 908. A estratégia é a tradução brasileira de "cutting off your nose to spite your face."

Existe um atalho para recuperar de calote registrando direitos autorais ao documento usando o Form TX (que hoje custa uns U$80) da Library of Congress. "Work for hire" implica em pagamento, logo, trabalho por calote já não é mais work for hire e você, o autor da tradução, registra os direitos, impede a utilização, e cobra a mais o custo do copyright.

Muito melhor é nunca levar calote. A primeira regra é não assinar bobagem. "Contrato" sem a assinatura da agência, "termo de sigilo" de quatro folhas, ouriçado de incumbências que nada têm a ver, oferta em que você não recebe sinal, cláusulas de penalidade segundo as quais você não receberia, ou sofreria descontos, ou assume responsabilidade onerosa que caberia a terceiros... Tentei corrigir essas armadilhas, mas a regra prática que surgiu disso é: corrigir contrato alheio é perda de tempo--mesmo se você só corrigiu evidentes erros gramaticais e de soletração. De umas vinte que corrigi, nenhuma rendeu trabalho.

Vinte anos atrás fiz a minha carta de proposta e termo de sigilo. Essas alternativas funcionaram perfeitamente com bancas de advocacia e empresas de petróleo, universidades... enfim, com quase todos que me contratam. Tem gente que faz contrato justo e bonito, que dá até alegria assinar. Mas se eu achar algum defeito em algum contrato que me é apresentado, em vez de dizer não, ofereço a minha proposta para eles assinarem como terceira opção.

Essa carta com duas assinaturas qualquer county clerk reconhece como vinculante. Vc pede o small claims form, preenche, junta cheque para custas em juízo e uma motion to appear telephonically. Uma foto dessa aparelhagem não é blefe e dá resultado para você. Só não é cômodo em New York State, pois os tribunais de lá nem sempre aceitam participação pelo telefone.

Estou disponibilizando esse modelo de contrato em inglês aos colegas que comprovarem que compraram o meu livro explicando o Crash de 1929 e a crise econômica que seguiu--em inglês ou português. É uma espécie de brinde que ofereço por tempo limitado. Explico mais detalhes no meu blog americano.(link)


Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015. (link)


Blog americano...







quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Manual da Imigração Americana?

Quem pensa, foge do socialismo comuno-fascista

Existe sim, on-line e de graça, embora um tanto defasado. Basta entrar num buscador "Immigration Officer Detention Handbook".(link) No resultado aparece um pdf do manual em uso quando o império soviético estava em pleno colapso e seus escravos fugiam para todo e qualquer lugar do mundo--menos a ex-União Soviética. Explica centenas de formulários e até como limpar e carregar arma de fogo.  Aparece também na mesma busca essa versão "pra inglês ver" do manual do amado ICE--Immigration & Customs Enforcement, que parece algo da Disney Studios.(link

Acredite no que quiser, mas quem conhece essa enorme burocracia entende perfeitamente que não estão de brincadeira. Nos EUA, como na fronteira com o Paraguai, uma criança correndo atrás de uma borboleta é--segundo a lei--invasão se cruzar a linha invisível. O que não é justo é a maneira em que fanáticos anti-científicos nos EUA infernizam os países vizinhos. Cismam que folha de planta tem algo a ver com o Tinhoso. E por esse motivo exportam para a América do sul funcionários (espiões, agentes) de mais de uma dúzia de burocracias endinheiradas pelo alheio. Esta canalha evangeliza a coação à mão armada e compra os burocratas e políticos de 30 ou 40 partidos saqueadores.(link

Nos EUA essa mesma laia--absorvida sobremaneira pelo partido republicano--já fez desastre da economia em diversas ocasiões. Em 1873 para proibir o controle da natalidade, transformaram o monopólio dos correios em entidade dedicada á censura, confisco, queima de livros, multas faraônicas. Ainda cobraram penas de até dez anos de reclusão--acorrentado em trabalho forçado. Mas as leis de Comstock passaram impunes pelo estrago econômico que provocaram, boa parte sobrevivendo exatos cem anos--até o partido libertário derrubar.(link

As crises de 1907, 1920, 1929-33, 1987-92 e 2008-2011 foram maquinações das leis proibicionistas movidas a confisco de ativos, multa, interferência, desestabilização e exportação de pobreza. E não é de hoje. William Jennings Bryan, socialista religioso e fanático da lei seca, veio lecionar na Bolívia em 1903. Por sorte ninguém entendeu nada do que dizia. Mas o fato de o governo gringo exportar programas suicidas não quer dizer que beber desse cianeto religioso é boa ideia.(link

Muito melhor é fazer como os próprios eleitores americanos fizeram em auto-defesa. Formaram partido Libertário dedicado á minimização da coação, ou seja, a maximização da liberdade da pessoa humana. Fugir do Brasil pra lá é o que os médicos e engenheiros já estão fazendo. Mas essa evasão de cérebros já dificultou a formação de partido não saqueador, fato que, por sua vez, dificulta a desburocratização e enxugamento da verborréia que resulta na hemorragia do erário e da liberdade. Venezuela--favela até com petróleo na torneira--é o que acontece sem partido libertário.(link

Sair do Brasil e desembarcar no México automaticamente desqualifica o retirante de pedir asilo nos EUA--a menos que possa provar que pediu asilo no México. E se os mexicanos negaram, vc acha que os americanos irão acolher? Estou pronto para apostar que não. 

E cair na teia dos meganhas da burocracia dá um prejuízo que você não imagina. E a reincidência pode levar a até 20 anos numa cadeia que não é nada parecida com as fotos de propaganda da ICE. Estou desde 1998 trabalhando nessas cadeias e não são nada agradáveis. Todos querem sair de lá. 



Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015. (link)


Blog americano...





domingo, 12 de janeiro de 2020

Comunista em pelego libertário

"Eu nunca discuto com místicos." --Ayn Rand

Diz o velho ditado de Colton que "a imitação é o lisonjeio mais sincero". Mas tudo depende do propósito da coisa. Lambari de borracha em anzol é camuflagem predadora. Marreco de madeira que sugere aos que voam que ali há sossego para descansar boiando, é isca, engodo, chamariz. A expressão americana stalking horse descreve o cavalo que o índio frecheiro desmontado usava como escudo visual para se aproximar de um rebanho de búfalos à caça de churrasco.  Moral da estória: as aparências enganosas depredam

Fabian Society: comuno-fascismo
E funcionam. A sociedade fabiana inglesa se formou em 1884, quando ninguém nunca tinha visto a hecatombe, carnificina, holocausto, chacina e barbárie do comuno-fascismo altruísta armado revestido de poderes coercitivos e fanatismo religioso. Inspirada no cônsul romano Fábio Máximo, "o protelador", cuja estátua se apoia no emblema do fascismo italiano, serviu de pelanca-disfarce do socialismo comuno-fascista.(link) Seus vetores emigraram das monarquias e impérios e teve início o terror anarquista de bombardeiros com punhais nos EUA. 

Quando em 1892 um partido comunista com nome falso ganhou 9% do voto nos EUA, a cleptocracia entrincheirada aprovou o IR e a economia ruiu até que o Supremo derrubou esse imposto predador.(link) So o assassínio dos fazendeiros ucraínos e judeus pela Europa inteira fez cair a máscara. E mesmo assim surgiram milhões de otários a jurar que o socialismo altruísta de Hitler e/ou Stalin não era "o verdadeiro".(link) Para quem se ilude, o verdadeiro altruísmo predador é um paraíso. Logo, se virar um inferno, é por que não era o verdadeiro! O argumento anarco-comunista é circular. 

Você acha que meus dentes ficam muito grandes nisso?
Com tudo quanto é nome falso--trabalhista, anarquista, socialista, progressivo, ecologista, democrático, republicano, etc. e tal, os mascarados ainda acham otários adeptos da auto-decepção e mesmerismo no espelho. Procure nas milhões de páginas de jornais em inglês, alemão, francês, espanhol, italiano e o único nome que você NÃO acha ali é libertário


Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015. (link)


Blog americano...


sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Armas? Proíba Você Mesmo!



Nos vídeos que traduzi com o ferramental do Youtube, a tradução nunca aparece. Nesse vídeo um se preocupa com violência com armas (e não facas, bombas, furgões ou aviões sequestrados). O amigo pergunta por que ele não se arma para ter proteção. Ah! Mas o preocupado está cismado de que as armas causam a violência, e não ideologias fanáticas, agressivas ou parasitas. 

Pois aparece na propaganda a solução! É como diz o pastor, "mande seu dinheiro que haverá solução". No caso são placares que proíbem que as pessoas portem armas no seu recinto--ou mesmo nas proximidades ao ar livre. O estojo vem com instruções e avisos. E os resultados são os que os governos garantem (sem money-back guarantee) que resultarão das suas leis copiadas dos decretos Kristallnacht da Alemanha Nacional Socialista. 

Lei Nacionalsocialista confisca armas dos judeus, 1938

Lindo, não? Pra quê uma emenda numa Carta de Direitos da Constituição de menos de 8 mil palavras garantindo que: 
Sendo necessária à segurança de um Estado livre a existência de uma milícia bem apetrechada, o direito do povo de possuir e usar armas não poderá ser impedido.
Ninguém iria querer nem visitar um lugar desses! Pra quê muro na fronteira?!

E não perca o meu livro, em português ou inglês...


Para entender melhor o impacto da curta Constituição dos EUA, procure no Amazon A Lei Seca e O Crash em formato Kindle (aplicativo gratuito que roda em celular). O livro explica como o colapso da economia resultou da repressão e dos confiscos do IR em apoio à Lei Seca constitucional.
inglês oficial para imigração


Blog americano...


terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Deportação de anarquistas

Garoto propaganda dos infiltradores anarco-comunistas--bomba e punhal

Causas de Deportação de Comunistas e Anarquistas, Oitivas perante o Subcomitê do Comitê da Imigração e Naturalização, Câmara dos Deputados, 66º Congresso, segunda Sessão, 21 a 24 de abril de 1920 (link)

Depois de o Presidente Theodore Roosevelt ser baleado por um comunista anarquista, o congresso em 1903 aprovou uma lei proibindo a entrada de "anarquistas" de toda e qualquer estirpe de entrar no país. Essa lei foi alterada em 1907 e sofreu outra pequena modificação em proclamação do Presidente Wilson em 1913. O Wilson sofreu um AVC em setembro de 1919, o ano da charge acima. Harding foi eleito em novembro mas só empossado em março de 1920. Uma vez que o Senado rejeitou o tratado de Versalhes, os EUA continuavam em estado de guerra com a Alemanha em 1920, até celebrarem uma paz à parte.  Quem acha boa ideia cair na armadilha--que os republicanos plantaram para que os eleitores imaginassem "comunista anarquista" ao ver Ancap, anarco-X ou anarquista associado à palavra Libertário--venha se familiarizar com os fatos históricos e a maneira de o povo americano encarar esse assunto. 

É claro que há nesse ideário de exclusão várias doses de coletivismo, sem falta de exemplos. Chineses eram quase todos excluídos desde 1882, e o próprio Max Weber no livro de 1919 em que estreiou sua definição de governo, avançava a tese de que os católicos sofriam de uma ponofobia que pouco afetaria os protestantes. Hoje mesmo, os que reparam no fato de que os terroristas que atacaram as torres gêmeas foram maometanos sauditas, são taxados de coletivistas raciais. Os eleitores do partido republicano acham enorme falta de educação apontar que em 1991 os EUA mandaram tropas matar gente numa rixa entre ditaduras e monarquias místicas do outro lado do mundo, e acham pura coincidência que naturais daqueles desertos começaram a atacar as torres quase exatamente dois anos depois de serem invadidos pelos americanos. Mas para entender, basta entender onde andava o dinheiro

Como no caso da invasão do Iraq, os motivos foram econômicos. Intoxicação por propaganda soviética fez o congresso interferir com a energia nuclear. Na crise de energia que resultou, esses mesmos políticos acharam bonito invadir desertos alheios para monopolizar o petróleo. A Primeira Grande Guerra tece elementos semelhantes. Proibicionistas americanos chamuscados pelo boicote chinês de 1905 impuseram regulamentos de rotulagem de drogas e viveres. Sofrendo nessa época baixas nas Ilhas Filipinas por excesso de zelo ao se intrometer na vida alheia (prática que repetiam em 1992), T. Roosevelt e William Taft pressionaram pela proibição de várias plantas. Os chineses na revolução de 1911 cobraram com afinco a proibição do ópio. Por isso acumulava na Índia britânica, na Cochin-china francesa e nos Bálcãs enorme superávit de ópio de dormideira. As guerras pelos preços e mercados começaram em 1912, resultando na Grande Guerra em 1914. Um jovem anarquista comunista forneceu pretexto e Daddy Warbucks sorriu.(link)



Industrialistas americanos vendiam armas, explosivos e viveres aos beligerantes, e quando acabou o dinheiro destes, venderam fiado, apostando na ajuda da Rússia, aliada da Sérvia, para esmagar os exércitos dos prussianos, austro-húngaros e alemães que fabricavam e vendiam opioides em concorrência com os traficantes dos Aliados. Só que o comunismo anarquista que a Alemanha exportava inspirou revolução coletivista na Rússia, que caiu fora da guerra. Se os traficantes aliados perdessem, os mercantilistas americanos perderiam o dinheiro fiado que lhes era devido

Os diplomatas americanos acharam pretexto menos constrangedor para entrar na guerra com armas químicas e explosivas, mas o resultado foi a vitória dos que deviam contas em atraso ao Tio Sam.(link) Culparam os comunistas, e por esse motivo mais do que qualquer outro os americanos desde 1920 passaram a odiar o comunismo russo.  Reconhecimento diplomático dos bolchevistas só ocorreu em 1933, um mês antes de completada a revogação completa da lei seca constitutional. Os americanos jamais irão confessar que foi assim, mas os fatos da realidade pouco se importam com esses melindres. 

O que importa é que a ideologia anarquista/comunista--que já resultara em atentados, incêndios, sabotagem, greves, tiroteios e assassinatos--passou dos limites ao interferir com os lucros da exploração da guerra europeia. Os americanos trabalharam até acabar com o império soviético, e os demais regimes do gênero estão na alça da mira. 

A coisa mais estúpida da qual se pode participar hoje é pedir votos em apoio a partido anarquista, comunista, socialista ou marxista nos EUA. Os democratas estão sentindo isso na carne. Quem mais prejudica o crescimento da fatia de voto Libertário são os inocentes úteis que imaginam que o anarquismo parou de ser comunista quando os republicanos em 1972-3 perderam o poder de infernizar o vida das mulheres.  

Resulta que um pequeno bando de analfabetos sem partido se dizem Ancapados, arrotam besteira e fazem com que os eleitores e juízes queiram linchar todo que tem a ver com partido libertário! Não participe daquela massa de manipulação. Leia o programa original do Partido Libertário e saiba a causa da caluniosa sabotagem praticada pela oposição cleptocrata.(link) A constituição brasileira pós-Revolta de Atlas tem 10 vezes o palavrório da constituição americana de 1791. 

Esse atoleiro o povo poderia secar, pois os médicos, engenheiros e cientistas já estão abandonando o país numa baita evasão de cérebros.(link) A evasão de otários volta deportada ou aprisionada por reincidência. À pessoa que entende de política não resta alternativa senão de formar partido Libertário para abolir o Fundo Eleitoral e limpar o cipoal que tomou conta da Carta Magna. Aliás, o pergaminho da Carta Magna inglesa, limitando os poderes do rei, conteve apenas 3600 palavras.(link



Compre este livro na Amazon

Na Amazon:  A Lei Seca e o Crash. Todo brasileiro entende rapidinho o mecanismo desta crise financeira de 1929. Com isso dá para entender as de 1893, 1907, 1987, 2008 e os Flash Crashes de 2010 e 2015. (link)


Blog americano...




domingo, 5 de janeiro de 2020

Cogumelo descriminalizado em Colorado

Colorado é o estado em que o Partido Libertário foi formado como pessoa jurídica 14 anos após ser aparecer no romance "A Revolta de Atlas"da Ayn Rand. Naquele livro o Estado de Colorado figurou 148 vezes como a última esperança do país e o esconderijo dos agoristas laissez-faire que mudam a história do país oferecendo alternativa ao misticismo parasitário contra o qual fazem greve.(link) Nem surpreende, portanto, que a capital do Colorado foi o primeiro estado a despenalizar os cogumelos filosóficos que crescem em toda a região. O único comentarista competente que acho na internet fala nessa melhoria da lei, só que em inglês. Mas dá para ligar a legenda automática. 



Pense nisso. Onde existe Partido Libertário existe fulcro político para alavancar grandes mudanças nas leis e melhorar o PIB per capita da jurisdição.(link


Saiba mais sobre como a exploração de crendice e superstição para transformar o estado político em aparato saqueador provoca súbita contração monetária e desastrosas crises de liquidez. 

Para entender melhor o impacto da lei seca na curta Constituição dos EUA, procure no Amazon A Lei Seca e O Crash em formato Kindle (aplicativo gratuito que roda em celular). O livro explica como o colapso da economia resultou da repressão e dos confiscos do IR em apoio à Lei Seca constitucional.
inglês oficial para imigração



Blog americano...




sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Candidato americano: descriminalizar drogas

O candidato Buttigieg, aspirante a candidato do partido democrata, quer que o programa do partido peça a descriminalização das substâncias lúdicas. Tarl Warwick é o locutor mais competente que fala em inglês sobre o assunto. 



Ligue as legendas automáticas (CC) pois não há tradução. 

Enfim, esse locutor explica que dentre o curral de candidatos do partido democrata, o "Prefeito Pete" está recebendo doações a rodo e se coloca entre os 4 mais favorecidos. Os outros são Bernie (comunista) Warren (comunista) Biden (fascista). O Pete também é da ala saqueadora, mas sabe somar e diminuir.(link

Na eleição de 2016 os democratas dizem que ganharam, pois conseguiram 3 milhões a mais de votos populares do que o Capo di tutti capi. A candidata que perdeu acusou o Partido Verde de ter bloqueado a sua vitória, apesar de os democratas terem copiado deles a proposta suicida de proibir a geração de energia e as superstições de apocalipse  de forno global. 

Mas acontece que os libertários dominaram essa eleição com 4 milhões de votos--muito mais do que a diferença entre os partidos entrincheirados. Esse gráfico visualiza melhor: 


Freedom cancels climate fraud
Veja no blog original, sobre política energética (link)


Os libertários tiveram três vezes mais votos do que os integralistas verdes. Em 13 estados o nosso voto foi maior que a diferença entre os cleptocratas que entraram na folha de pagamento versus os que levaram chute no trazeiro. O Prefeito Pete reparou nisso e copiou dos libertários a proposta de descriminalizar as plantas lúdicas e afins--como em Portugal faz 14 anos. 

Se Pete for o escolhido, o programa dos democratas irá copiar a despenalização, afastando o perigo de outro choque financeiro como os de 1929, 1987 e 2008. Se os libertários não derrubassem um ou outro dos partidos saqueadores entrincheirados, isso não aconteceria. É assim que os votos de sangria libertários alavancam e mudam as leis, derrotando--e não elegendo. 
 
Saiba mais sobre como a exploração de crendice e superstição para transformar o estado político em aparato saqueador provoca súbita contração monetária e desastrosas crises de liquidez. 

Para entender melhor o impacto da lei seca na curta Constituição dos EUA, procure no Amazon A Lei Seca e O Crash em formato Kindle (aplicativo gratuito que roda em celular). O livro explica como o colapso da economia resultou da repressão e dos confiscos do IR em apoio à Lei Seca constitucional.
inglês oficial para imigração



Blog americano...