Saturday, April 7, 2018

Como mudam as leis


A Guerra da Secessão foi resultado de um segundo movimento para cobrar altas sobretaxas de importação. A sobretaxa normal, que custeava as despesas da União Alfandegária, os republicanos pichavam de "livre comércio".

O primeiro das crises alfandegárias ocorreu em 1832 quando o Estado da Carolina do Sul reagiu às sobretaxas alfandegárias protecionistas. Anularam a cobrança federal de todas as tarifas no Estado. O Presidente Andrew Jackson, ameaçou enforcar a legislatura inteirinha, e a Ordenança foi revogada. Passado o perigo, o governo federal cortou as alíquotas protecionistas e a alfândega voltou a cobrar apenas a receita necessária para a defesa dos direitos individuais da pessoa humana.

A Constituição não defendia os direitos dos escravos, que dirá das escravas. Após o colapso econômico de 1837 quando o capital inglês foi retirado para financiar a Guerra do Ópio contra a China, faltou dinheiro para as mordomias da classe política americana. O partido Whig, antes o Federalista, foi pego em mais um escândalo de falcatruas e substituído pelos "Republicanos Vermelhos".

Republicano éra sinônimo de comunista no romance "Cabaninha do Pai Tomé"
Estes queriam sobretaxas protecionistas e se faziam de horrorizados pela  exploração sexual das mulatas no Sul, gesto que atraiu o apoio dos proibicionistas. A Guerra da Secessão resultou de mais uma sobretaxa protecionista, esta baixada depois de o Lincoln ter sido eleito. A União Alfandegária ganhou, cobrou as sobretaxas e desarticulou o sistema escravagista com as Emendas proibindo a escravidão (13ª) e garantindo os direitos individuais (14ª).

Mas crescia o fanatismo das correntes proibicionistas na União, e o governo republicano começou em 1872 a revistar e censurar os correios no seu zelo de proibir o controle da natalidade. Isso provocou outra crise econômica, e o democrata Grover Cleveland foi eleito para diluir essa tendência totalitária. Essas leis probicionistas foram minguando da mesma forma que o fanatismo anti-cerveja enfraqueceu na depressão de 1929 a 1939.

Logo mais, as candidaturas do Nixon e dos democratas foram enfraquecidas pelos evangélicos sulistas. Irados que os negros conseguiam votar após a presidência do Kennedy, estes montaram uma campanha de segregação em nome de Deus. Esse partido "Americano Independente" ganhou para o seu candidato George Wallace quase 10 milhões de votos populares, e 46 votos eleitorais. Os republicanos tornaram-se mais evangélicos e os democratas mais racistas do que antes, e não se falava nas leis estaduais que despiam as mulheres e os negros dos direitos individuais--sempre em nome de Deus.

É assim que funciona a mudança nos EUA. A Cleptocracia se divide como uma ameba em duas facções que brigam para desviar a receita para os seus bolsos. Sempre que aparece um terceiro partido, os candidatos com metas mais hostis ao programa do terceiro partido começam a "perder". "Perder" para eles significa que a outra metade da cleptocracia entra na folha de pagamento do governo para ajudar os cupinchas a sangrar o erário. Para não "perder", os políticos saqueadores imitam os pequenos partidos. Com isso, os partidos do comunismo e do proibicionismo inseriram tentáculos na Constituição, cobrando IR e praticando assassinatos e confiscos para impedir que se beba vinho!

Em 1972 um terceiro partido surgiu que não é nem um pouco comunista ou nacionalsocialista. Foi o programa do Partido Libertário que anulou as leis estaduais feitas para coagir as mulheres. O Supremo copiou a parte do Programa Libertário que legalizou o atendimento médico às mulheres que optam por se desengravidar, e com isso o Canadá aboliu todas as leis tolhendo direito de a mulher ser dona de si. Veja como ocorreu. No verão de 1972 o Partido Libertário colocou sob o cabeçalho Superpopulação: 

“E ainda apoiamos a revogação das leis que restringem o controle voluntário da natalidade ou a interrupção voluntária da gravidez durante os primeiros cem dias.”

Esta declaração se transformou na seguinte decisão derrubando as leis cruéis de vários estados, leis que violavam a 14ª Emenda.


“(a) Para a etapa que precede aproximadamente o final do primeiro trimestre, a decisão de aborto e da sua efetuação caberá ao discernimento do médico da gestante. …” 

 Isso ocorreu pouco depois de o partido ganhar um único voto eleitoral. Parou o crescimento do quadro de funcionários federais, diminuiu a violência, a polícia já não espanca ou prende os gays e a cleptocracia não escraviza mais a juventude para morrer nas selvas do outro lado do mundo. Isso é ganho--vitórias não para os políticos parasitas--mas para os direitos da pessoa individual!

Apenas um partido americano está crescendo

Todas essas mudanças reduzindo a coação resultaram da pressão dos votos dados ao Partido Libertário, mesmo sem o risco de corromper os nossos candidatos íntegros. Cada voto Libertário vale de 6 a 6000 votos desperdiçados. O seu voto--ou, se tens visto de permanência, a sua doação às nossas campanhas--fará muito mais diferença no sentido de melhorar as coisas para os imigrantes do que ajudar as depredações violentas da Cleptocracia. Os Republicanos acusam o Partido Libertário de "abrir as fronteiras" enquanto eles gastam dinheiro alheio copiando o Muro de Berlim. Pense nisso...

Precisando de traduções para facilitar a obtenção de visto, pense nos tradutores que usam o falascreve de George Orwell: Speakwrite.com.br
Prefere inglês? Visite www.libertariantranslator.com