Sunday, May 7, 2017

A Parede é do Partido


Gott Mit Uns=Gemeinnutz vor Eigennutz

Que parede do Trump? Em 18 de julho de 2016 o programa do partido republicano já estava pronto e redigido. Faltava apenas um candidato tipo Chacrinha para tocar a buzina e vender o produto: 


"That is why we support building a wall along our southern border and protecting all ports of entry. The border wall must cover the entirety of the southern border and must be sufficient to stop both vehicular and pedestrian traffic. We insist upon workplace enforcement of verification systems so that more jobs can be available to all legal workers."

ou seja


--É por isso que apoiamos a construção de um paredão ao longo da nossa fronteira meridional, protegendo os nossos portos de entrada. A parede fronteiriça deverá tapar toda a fronteira meridional o suficiente para bloquear a circulação vehicular e de pedestres. Insistimos na aplicação dos sistemas de verificação nos locais de trabalho para que mais empregos possam estar disponíveis para todos os trabalhadores lícitos.

Já, os democratas falam quase exatamente a mesma coisa na sua proposta política: 


"The Democratic Party supports legal immigration, within reasonable limits, that meets the needs of families, communities, and the economy as well as maintains the United States’ role as a beacon of hope for people seeking safety, freedom, and security. People should come to the United States with visas and not through smugglers."  

Nem é necessário traduzir. Muda apenas o tom e a visualização para dourar a pílula, mas a mensagem continua sendo aquela que fluiu da caneta do Adolf Hitler em 1920


"5. Os que não são cidadãos só podem viver na Alemanha como hóspedes, e terão de submeter-se à legislação que regula os estrangeiros."

Antes de 1914 os Estados Unidos possuíam uma personalidade jurídica liberal, que debochava das crendices beligerantes da Europa--com suas ditaduras de "esquerda" e "direita". Mas desde 1932 o país se meteu a imitar os europeus. Está virando outra França, onde 


Le plus ça change, le plus c'est la même chose.

As coisas só mudam nos EUA quando alguns eleitores arriscam votar num pequeno partido que exprime o que eles querem. Compare esse proposta do Partido Libertário que competiu com o do Trump e ganhou 4 milhões de votos: 


"A liberdade econômica exige o movimento irrestrito das pessoas humanas e do capital financeiro através das fronteiras nacionais. No entanto, apoiamos o controle da entrada, no nosso país, de estrangeiros que realmente apresentam alguma ameaça à segurança, à saúde ou à propriedade."

Em Costa Rica existe esse partido, e ganhou 21% do voto... mais ainda do que os 16% que votaram em branco nas metrópoles do Brasil. 


Se deu para acompanhar essa interpretação do processo político, pense nisso quando precisar de certified translations ou tradução juramentada para visto de imigração ou emprego lá fora.  

No comments:

Post a Comment